Café Express – DevLog #08

Financiamento Coletivo, Lançamento e o que faltou dizer

Alguns duelos são muito rápidos, decididos com o primeiro disparo da pistola. Outros duram mais de um ano, demandam trabalho, concentração e muito cuidado. O duelo que travamos para trazer o Café Express ao mundo, em cor e forma, se enquadra nesse segundo caso. Felizmente, é nas batalhas mais árduas que saboreamos as melhores conquistas, sempre doces e quentes.

Neste DevLog, esse pequeno forasteiro de chapéu tuberculoso e bota felpuda, eu, o Gato Batata, vem encerrar a série de DevLogs do Café Express, jogo que desenvolvemos, produzimos, lançamos e agora temos a felicidade de dizer que está disponível para todo o Brasil jogar e se divertir!

Lições aprendidas: não prometer devlogs num curto periodo de tempo, principalmente perto de um financiamento coletivo! Existem TANTOS fatores para considerar, desde divulgação a diagramação dos arquivos para a gráfica, que escrever no blog se torna bem mais complexo do que parece.

Dica do Gato: não desista jamais e sempre cumpra com sua palavra. O financiamento coletivo de Café Express ocorreu durante um período complicado, em meio a vários outros financiamentos, mas nós batalhamos até o fim para bater a meta! E depois disso, o trabalho não havia parado: cumprimos com nossa palavra e produzimos o jogo para o lançamento em março. Transparência e dedicação nos trouxeram muitos elogios e comentários positivos. Então mesmo diante das adversidades não desista, e verá que vale a pena!


Depois de alguns meses sem aparecer por aqui, estou de volta. Desde outubro nossa agenda com o Café Express foi bem corrida – eu diria até insana -, mas hoje eu volto para contar tudo aquilo que deixei de contar nos últimos capítulos.

O tema de hoje seria o manual do jogo, então, embora eu tenha muito mais assunto para abordar, vamos começar por este. O manual de regras. Um pequeno livreto que parece coisa simples, mas que dá um trabalhão e que, se não for bem feito, dá também uma baita dor de cabeça nos jogadores.

E para que isso não aconteça, nós, os redatores, é quem devemos quebrar a cabeça!

O manual de Café Express foi a última coisa a ficar pronta para enviarmos à gráfica. Ele passou por diversas versões, conforme o jogo ia progredindo e mudando um pouco de regras. Fizemos uma versão demonstrativa para ele, para acompanhar o Print and Play que disponibilizamos no Studio Teia de Jogos. Fizemos também uma versão pocket, que foi entregue, junto com uma impressão caseira do jogo, para alguns clientes da loja Bravo Jogos, uma de nossas parceiras que nos apoiou desde o começo do projeto.

Fora isso, redigimos e re-redigimos o texto uma dezena de vezes, até conseguir encontrar o tom exato. Também contratamos uma profissional no assunto para trabalhar na revisão do texto final, a Bianca Melyna. Ela é conhecida por trabalhos de revisão de jogos de editoras nacionais como a Mandala, a Paper Games e outras, o que certamente nos trouxe bastante segurança. E por fim fizemos um trabalho cuidadoso e não muito rápido de diagramação com a Jéssica Lang, a responsável por toda a parte artística e visual do jogo.

Conseguimos, no fim, preparar um manual bonito, caprichado e bem temático. Optamos por deixar o jogador imerso no tema já enquanto aprende as regras, pois nos pareceu que assim seria mais divertido e menos tedioso. No livreto, colocamos opções de setup, variantes e outros conteúdos inéditos para quem já conhecia o jogo, e ficamos felizes com o feedback positivo que recebemos em relação a isso. E se você foi apoiador do projeto no financiamento coletivo, dê uma olhadinha nos créditos nas últimas páginas, pois seu nome certamente está por lá!

O arquivo em pdf do manual pode, inclusive, ser baixado na página do jogo na Ludopedia, já em sua versão final diagramada.

manual.png
Manual por dentro e por fora, com ilustrações bem legais combinando com todo o jogo!

Mas é claro que durante todo esse processo, nós tivemos muitas outras coisas com o que nos preocupar.

O Financiamento Coletivo de Café Express foi bem marcante para nós, e garanto que aprendemos muito com ele. Durante 45 dias transcorridos entre outubro e novembro de 2017, nossos esforços foram para divulgar o jogo e fazê-lo chegar às pessoas, para que muitos pudessem conhecê-lo, testá-lo e também dar a sua opinião a respeito.

Com 5 protótipos rodando o Brasil, passando por eventos e canais de divulgação, conseguimos receber feedbacks sobre o jogo mesmo durante o financiamento. E melhoramos algumas coisas nele a partir desses relatos.

Também foi tempo para bater metas e fazer o jogo crescer ainda mais! Com o apoio de nossos seguidores e amigos no facebook, em menos de um dia alcançamos a meta social que previa adesivos personalizados para os meeples dos personagens. E para a felicidade de todos, ainda melhor do que adesivos, conseguimos encaixar no orçamento de produção do jogo meeples impressos, muito mais temáticos, bonitos e sem a preocupação de rasgarem ou serem colados no lugar errado.

Nós também quase alcançamos a meta que desbloqueava 2 novos personagens para o jogo. E esse “quase” foi tão quase mesmo, que decidimos fazer os personagens mesmo assim! Com isso o jogo passou a contar com 6 personagens em vez de 4, novas cartas transparentes, biombos e meeples personalizados. Ao lado dos já mencionados Xerife Melitta, Marshall G. Washington, Pistoleiro 4 Corações e Antares, os duelos cafeinados de Café Express agora também são estrelados por Otto o’Connor, o banqueiro possessivo de Browntown e Kafness, um andrógino viciado em cafeína e outras bebidas menos quentes.

E nesse tempo também tivemos a ideia de produzir um e-book de contos, narrando as histórias dos personagens do universo de Café Express. Todos os apoiadores já receberam seu livro em PDF e aos demais que queiram aproveitar essa experiência literária, o livro está disponível no Kindle para compra, por menos de 10 reais! Cada conto foi escrito por um autor nacional, todos competentíssimos e merecedores de nosso eterno agradecimento por toparem participar disso.

metas.png
Acima um protótipo na mesa, ainda com outra caixa. Abaixo os meeples coloridos já impressos. E à direita a capa do e-book, com os 6 personagens do jogo!

Com o financiamento alcançando a meta inicial de 23 mil reais nos últimos dias, o desespero e a ansiedade foram lá em cima. Mas a emoção de saber que podíamos contar com centenas de pessoas que nos apoiaram foi uma das experiências mais adoráveis que já vivi.

Campanha encerrada, levamos alguns dias para finalizar os arquivos e o jogo já estava na gráfica no início do ano. A produção ficou na mão da LudensLab (ou Ludens Spirit, como alguns conhecem). O pessoal cuidou de tudo, desde a impressão dos meeples até a melhor qualidade para as cartas transparentes. A Bucaneiros Jogos também trabalhou com a gente, produzindo sleeves especialmente para o jogo! Pois é, Café Express já vem com sleeves (os necessários e alguns extras também!), feitos sob medida.

Em março, como prometemos ao público, o jogo foi lançado no melhor evento possível: o Diversão Offline SP 2018. O evento aconteceu nos dias 10 e 11 de março, e o jogo ficou pronto apenas 2 dias antes!! Um sufoco, com cada dia fazendo diferença, mas um resultado que nos deixou boquiabertos de tão contentes e impressionados.

Por lá, encontramos vários de nossos apoiadores e pudemos entregar pessoalmente suas cópias autografadas e, com alguns, até jogar uma partida. Café Express também foi observado e jogado por vários visitantes do evento e teve uma receptividade que nos deixou muito contentes. No fim do segundo dia do evento, tivemos a honra de receber o Prêmio Turno Extra do Diversão Offline, pelo melhor lançamento na feira.

final2.png
Recebendo o prêmio turno extra no DOFF SP e o jogo aberto, depois de pronto!

Com tanta correria, esses quase 6 meses decorridos ora se parecem com anos, ora com pouquíssimos dias.

E no final das contas, tudo o que importa é que Café Express está aí, prontinho, lindo e divertido, para todos que quiserem comprá-lo e jogá-lo.

Já estamos trabalhando em outros jogos que virão ainda esse ano, mas podem ter certeza de uma coisa: ainda teremos muito mais de Café Express para vocês!

Estamos trabalhando em uma versão mobile do jogo e ouvi alguns rumores de que novos personagens começaram a ser criados… Se isso é verdade, só os Senhores do Café poderão nos dizer. Mas se eu fosse você, ficaria de olhos abertos, pois acredito que Crop Town não é a última parada desse expresso faroeste.


Hoje eu me encerro e despeço de vocês já com muita saudade de trabalhar nesse projeto, mas muito animado com o que está por vir!

Não deixem nunca que o café esfrie na xícara, e vamos seguindo essa jornada maluca pelos trilhos também malucos de quem joga board games.

Um forte abraço!

Anúncios

Publicado por

Potato Cat

Olá! Eu sou um gato. E uma batata. E também uma empresa de jogos. Leia um pouco do conteúdo desse blog e certamente você saberá bem mais sobre mim ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s