Cartas a Vapor – DevLog #11

Os Personagens

—–

Você alguma vez já quis ser um Médico Renomado? Ou quem sabe uma Médium Indígena? Talvez, dependendo de como andam suas vontades obscuras, já tenha passado pela sua cabeça se tornar um Empresário Maquiavélico? Ou, assim como este Gato Batata aqui, já tenha sonhado em se tornar um Demônio Ancestral? Bem, tenho uma boa notícia para você! Em Cartas a Vapor você pode assumir o papel de todas essas personalidades e muitas outras! Todas elas presentes no universo de Brasiliana Steampunk em suas obras lançadas e aquelas que estão por vir. Quer saber mais? Este DevLog é para você.

E se você perdeu alguma coisa ou deseja rever algo nos DevLogs de Cartas a Vapor, clica aqui e dá uma olhadinha em nosso resumo.

—–

A atuação está na história da humanidade há muito tempo. Há algo de mágico em poder esquecer-se de sua persona do dia a dia e então incorporar uma outra personalidade para realizar feitos surreais que, de outra forma, não estariam ao seu alcance.

Diversos jogos não possuem esse recurso, é claro. É o caso de jogos abstratos como a maioria dos jogos de tabuleiros antigos / clássicos, como Uno, Gamão, Damas, Truco, Pife, etc; e também de alguns modernos, como DiXit, Timeline ou afins.

61eio-4mwxl
Timeline é sobre mostrar que você tem uma ótima memória para datas (ou um super-dom de chutá-las corretamente). Sem interpretação de personagens, somente datas.

Existem, no entanto, várias possibilidades de incluir a interpretação em um jogo. Alguns jogos, como Hanabi, colocam os jogadores em uma situação hipotética, porém sem alterar suas respectivas personalidades e sem levar em consideração suas peculiaridades, pois não importam para a jogabilidade.

inglc3a9s-hanabi-juego-de-mesa-hanabi-con-inglc3a9s-reglas-juego-de-cartas-de-juego-para-brasil
Em Hanabi você e seus amigos interpretam o papel de produtores de fogos de artifício com o objetivo de criar o maior espetáculo de todos!

Outros jogos, como Resistance ou Bang, possuem mecânicas e objetivos específicos para tipos diferentes de personagens que, apesar de serem interpretados pelo jogador, possuem nenhuma ou quase nenhuma personalidade.

03125_grow_bang-embalagem-2
Neste típico jogo de Velho Oeste, cada jogador possui uma condição de vitória baseada no personagem que está interpretando

Ainda, alguns jogos, como Zombicide ou Eldritch Horror, possuem personagens com personalidades mais marcantes e que se constroem também sobre suas habilidades e características que interferem diretamente na jogabilidade do jogo.

zombicide-prison-outbreak-sic-grindlock-z
Em Zombicide, os jogadores interpretam personagens com personalidade e características próprias que interferem diretamente na estratégia e jogabilidade.

O caso de Cartas a Vapor segue, de uma certa forma, a mesma linha de raciocínio apresentada no último exemplo: os jogadores têm a oportunidade de assumirem o papel de heróis e vilões do universo de Brasiliana Steampunk. Dividindo-se entre essas duas equipes rivais, as escolhas possíveis vão desde o Médico Renomado, protagonista do primeiro livro da série, até o Demônio Ancestral, peça chave do terceiro volume que ainda está por ser lançado.

Cada uma dessas figuras únicas possui uma habilidade igualmente singular, baseada em suas características físicas e psicólogicas e representadas através de uma ligeira alteração na jogabilidade. Essas habilidades diversas podem ser potencializadas de acordo com o modo de jogar do jogador e representam o quão forte é o personagem para enfrentar os desafios do jogo.

Outra característica muito interessante é o balanceamento desses poderes na hora de escolher se você vai ficar do lado dos heróis ou dos vilões: desde que a soma do nível dos personagens de cada equipe esteja semelhante, é possível formar equipes com números diferentes de jogadores. Dois personagens com habilidades fracas, por exemplo, podem jogar contra um único personagem de poder médio. Assim, apesar de se tratar de um jogo em equipes, não é necessário esperar por aquele seu amigo atrasado para completar um número par de jogadores à mesa.

Ao todo são 20 personagens, sendo eles 10 heróis inusitados e 10 vilões nefastos. Alguns deles podem ser encontrados não somente nas obras da Brasiliana Steampunk, mas também em clássicos de nossa literatura nacional, como Noite na Taverna (1855), O Alienista (1882), O Ateneu (1888) e outros.

Mas, bem, sem mais delongas! Você veio aqui para ver as prévias, não veio? Então aqui vão algumas!

Louison.png
Protagonista do primeiro livro da série da Brasiliana Steampunk, Louison é um dos heróis mais fortes.
SergioPompeu
O nome lhe é familiar? Isto mesmo, é o mesmo Sergio Pompeu de O Ateneu, aqui ele é um importante membro do Parthenon Místico.
Bacamarte
Com uma notável aparição em O Alienista, Simão Bacamarte retorna como um vilão com a alcunha de Alienista Psicótico.
Nioko
E quem é esta adorável e perigosa criatura? Ah, meu caro, você não perde por esperar pelo volume II da série Brasiliana Steampunk!

Gostou das cartas? Pois tem muitas outras tão (ou até mais) belas quanto essas! Fique ligado em nossa página no facebook para se juntar às nossas jogatinas em eventos e ficar sempre por dentro das novidades sobre este e outros jogos que estão por vir.

Anúncios

Publicado por

Potato Cat

Olá! Eu sou um gato. E uma batata. E também uma empresa de jogos. Leia um pouco do conteúdo desse blog e certamente você saberá bem mais sobre mim ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s